* Suporte hormonal após a transferência dos embriões

 

Após a ovulação, forma-se, no local do folículo ovariano, uma estrutura denominada corpo lúteo (corpo amarelo) que é responsável pela produção de progesterona, hormônio que prepara o endométrio (camada interna do útero) para a gravidez. Quando não ocorre a gravidez, há uma queda da produção de progesterona, o endométrio descama, e ocorre a menstruação. Isto é o que ocorre todos os meses no ciclo menstrual natural.

 

Na fertilização in vitro convencional e na ICSI vários corpos lúteos se formam após a coleta dos óvulos. Porém, devido aos medicamentos utilizados durante o protocolo de indução da ovulação, a produção de progesterona pelos corpos lúteos formados após a coleta de óvulos pode diminuir. Se os níveis de progesterona não forem satisfatórios, o endométrio não será capaz de suportar a gravidez.

 

Para que isto não ocorra, utiliza-se um suporte hormonal nesta fase, visando tanto a manutenção dos níveis hormonais de progesterona, quanto impedindo a queda abrupta de estradiol. O médico responsável pelo seu tratamento poderá prescrever esse suporte hormonal a partir do dia da coleta dos óvulos. Esse suporte hormonal é normalmente mantido até a 12ª semana de gestação, quando a placenta assume totalmente a produção hormonal.

 

Lembre-se que seu tratamento é individualizado, e qualquer alteração deverá ser feita com a orientação do médico responsável.

 

Atualizado Agosto 2014


Androfert - Centro de Referência para Reprodução Masculina - Todos os Direiros Reservados