* Preparo do sêmen para a inseminação

 

A inseminação requer a separação dos espermatozóides do plasma seminal (líquido produzido por glândulas sexuais). Esse procedimento remove as prostaglandinas e outras substâncias que podem causar reações adversas ou contrações uterinas intensas. Para separar os melhores espermatozóides, nosso laboratório realiza o beneficiamento do sêmen. Este procedimento é conhecido como processamento de sêmen, e pode ser efetuado por meio de várias técnicas especializadas. 

Depois da preparação, os melhores espermatozóides serão diluídos numa pequena quantidade de fluído estéril, que será usado para a inseminação. O processamento do sêmen remove também substâncias químicas e bactérias que podem causar infecções ou reações adversas quando colocados no interior do útero. Adicionalmente, o processamento do sêmen pode aumentar a habilidade do espermatozóide fertilizar o óvulo na trompa uterina. Alguns anticorpos que diminuem a fertilidade do espermatozóide podem ser removidos pelas técnicas de processamento.

 

Revisado em Agosto 2014

Responsável: Dr Sandro Esteves


Androfert - Centro de Referência para Reprodução Masculina - Todos os Direiros Reservados