* Reação Acrossômica

 

O acrossomo do espermatozóide contém as enzimas proteolíticas que digerem a zona pelúcida do oócito, permitindo que o gameta masculino fertilize o gameta feminino. A liberação dessas enzimas é fundamental para a fertilização, e tal processo denomina-se reação acrossômica.

 

A determinação da reação acrossômica é complexa e pode ser medida laboratorialmente. Os resultados obtidos correlacionam-se com o potencial de fecundidade do espermatozóide.

 

Homens com dificuldades para ter filhos, de causa indeterminada, podem apresentar níveis baixos ou mesmo ausência de reação acrossômica, explicando assim, porque os espermatozóides não conseguem fertilizar o óvulo.

 

A reação acrossômica é um teste que avalia o potencial fértil do espermatozóide, e deve ser utilizado principalmente naqueles casos onde houve falha em tentativas anteriores de fertilização "in vitro".


Androfert - Centro de Referência para Reprodução Masculina - Todos os Direiros Reservados