* Diagnóstico

 

A maioria dos homens com varicocele não tem sintomas. Alguns ocasionalmente queixam-se de sensação de peso, dor ou aumento do volume escrotal. Devido aos poucos sintomas existentes, o diagnóstico baseia-se no exame físico que o médico realiza. Este exame deve ser realizado com o paciente em pé, em ambiente tranquilo, em temperatura não refrigerada, o que favorece o relaxamento da musculatura local. A manobra de Valsalva (fazer força para aumentar a pressão abdominal), em geral, facilita a visibilização e palpação das veias dilatadas. Examina-se, posteriormente, o paciente deitado, para avaliar outras alterações nos testículos e órgãos anexos, observando a eventual diferença de tamanho entre os dois lados. Assimetria ou hipotrofia testicular são sugestivas de dano testicular e podem orientar o tratamento cirúrgico, principalmente em adolescentes.

 

De acordo com o grau de desenvolvimento, as varicoceles são classificadas em: - Grau I (pequenas): palpáveis apenas com a manobra de Valsalva. - Grau II (moderadas): palpáveis facilmente sem esta manobra. - Grau III (grandes): detectadas visualmente e palpadas com facilidade. O diagnóstico da varicocele baseia-se no exame clínico. Nos casos duvidosos, para confirmação, podem ser utilizados exames complementares, como o doppler. Neste, o "probe" (semelhante a uma caneta) é colocado no cordão espermático, com o paciente em pé. Um ruído característico (refluxo venoso) é audível quando solicitada a manobra de Valsalva, nos casos de varicocele.

 

 

Quando a varicocele não pode ser detectada pelo exame físico, mas apenas por exames subsidiários, como o ultra-som com doppler, ela é denominada subclínica. É uma entidade patológica muito controversa. Alguns autores julgam que essas varicoceles podem afetar a fertilidade, enquanto que a maioria discorda dessa teoria. 

 

Em conclusão, não existe até o momento, argumentos consistentes para a indicação de tratamento cirúrgico nos casos de varicoceles "subclínicas". Exceção a esta regra ocorre quando existe uma varicocele clínica de um lado e subclínica de outro. Neste caso, há indicação de operar-se ambos os lados, para evitar que a varicocele subclínica transforme-se numa varicocele clínica, futuramente.

 

Atualizado Agosto 2014


Androfert - Centro de Referência para Reprodução Masculina - Todos os Direiros Reservados